Proibido a entrada de menores de 16 anos.

Proibido a entrada de
menores de 16 anos.

Produção de motos cresce 16,7% no 1º semestre

Período apresentou a primeira alta após sete anos seguidos de retração

Produção de motos cresce 16,7% no 1º semestre

A produção de motos no primeiro semestre somou 494,7 mil unidades, registrando alta de 16,7% sobre o mesmo período do ano passado. O resultado da primeira metade do ano só não foi melhor porque a greve dos caminhoneiros prejudicou o escoamento das motos no fim de maio e, consequentemente, a produção em junho, a ponto de alguns fabricantes anteciparem férias coletivas que ocorreriam em julho. Os números foram divulgados pela Abraciclo, entidade que reúne fabricantes do setor.
 
É a primeira vez em sete anos que o primeiro semestre registra alta sobre o mesmo período do ano anterior. A última vez que isso havia ocorrido foi em 2011, ano recorde do setor, em que a primeira metade do ano já registrava a produção de 1,1 milhão de unidades. Como consequência, os fabricantes revisaram para cima suas projeções. Em vez de 935 mil motos montadas em Manaus e alta de 5,9%, a Abraciclo estima agora 980 mil unidades e acréscimo de 11%.
 
Também pelas novas estimativas, os emplacamentos devem atingir 915 mil motocicletas, crescendo 7,5% sobre 2017. A projeção anterior apontava 865 mil motos e discreta alta de 1,6%. “Revimos os números a partir de uma expectativa de 3,6 mil motos emplacadas por dia útil neste segundo semestre”, afirma o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian.
 
Atenta a essa realidade do mercado, a Fenac traz para seus pavilhões a Femopart’s - Feira de Peças, Acessórios e Produtos para Reparação de Motocicletas, que acontecerá em paralelo à primeira edição da Reparasul – Feira de Autopeças e Reparação Automotiva. As feiras ocorrem de 12 a 15 de setembro de 2018 na Fenac, em Novo Hamburgo/RS.
 
Fonte: Automotive Business
 

13 de Julho de 2018

Compartilhar